Corte de árvore para realização de obras gera polêmica em Osasco

A remoção de uma árvore na avenida João de Andrade, nas proximidades do pronto socorro do Jardim Santo Antônio em Osasco, causou grande mobilização nas redes sociais no final dessa semana. O local é conhecido por ter um transito caótico, uma rotatória em que os motoristas não se respeitam, uma região propicia a acidentes que em algum momento podem se agravar. Existem faixas colocadas pela prefeitura no local comunicando obras de revitalização da rotatória, o que aparenta contemplar uma reformulação intensa no sistema viário local.

Osasco assim como outras cidades da região metropolitana de São Paulo, apresenta uma escassez de áreas verdes, sobre tudo nos bairros periféricos, densamente habitados, porém, extremamente carentes de vegetação. Páginas voltadas a cidade no Facebook, compartilharam imagens da rotatória da João de Andrade já sem a árvore, claro criticando as ações da prefeitura, estão exercendo a cidadania, mas não da forma correta. Como não poderia deixar de ser, seguidores logo começaram a tecer críticas à prefeitura, afinal é uma árvore a menos na cidade.

Seria uma reclamação extremamente válida, caso a maioria das residências do município tivessem uma árvore na calçada. Andar pelos bairros residenciais de Osasco é como caminhar em um deserto, asfalto, concreto e tijolos aparentes dominam a paisagem, as árvores são escassas, em sua grande maioria não passam de arbustos.

Uma rua arborizada não é apenas uma rua mais bonita, em dias de calor a temperatura fica mais agradável, afinal é menos concreto e asfalto refletindo e concentrando o calor proveniente dos raios solares, em dias secos, o logradouro é agraciado por pequenos respiros de umidade gerados pela vegetação. Ruas arborizadas trazem ainda uma vantagem no convício com os vizinhos, afinal, parar o carro na sombra de uma árvore é excelente, mas não quando bloqueia a garagem do vizinho.

Tecer críticas contra os gestores públicos é um ato de cidadania, mas a sociedade deve sim fazer sua parte. São atos simples, mas de extrema importância para o bem-estar social. Reclamar de enchentes culpando apenas o governo enquanto se joga lixo pelas ruas, assim como ter uma falsa preocupação ambiental quando a prefeitura corta uma árvore, principalmente em situações em que toda uma comunidade seja beneficiada com uma obra, as administrações municipais devem plantar mais árvores pelas cidades, bem como criar parques. A população não deve delegar apenas a figura do prefeito ações ambientais, quantas pessoas você conhece que plantam árvores em frente às suas residências? Para muitos árvores são fontes de sujeira quando na rua de suas casas, mas no calor percebem a falta que elas fazem. A prefeitura cortou uma árvore, diariamente as pessoas cortam árvores, moram em locais que foram dominados pela vegetação. Essa é nossa realidade, críticos inertes da sociedade, pautados muitas vezes por ideologias que nem conhecem.

Comentários

Postagens mais visitadas